terça-feira, 24 de janeiro de 2012

leio - te...



leio-te no soletrar magoado....

na pausa de cada ponto final,
no sangrar de cada hesitação...
na cicatriz de cada palavra,
no flamejar de cada emoção...

leio-te...

...e lendo quebro o silêncio,
o resgatar da memória...



======

foto do autor

======

3 comentários:

elvira carvalho disse...

Gostei.
Um abraço

Martinho da Silva disse...

As palavras e o talento de sempre!Abraço

Sonhadora disse...

O silêncio por vezes grita nas entrelinhas dos poemas.

Um beijo
Sonhadora