quarta-feira, 10 de abril de 2013

descalças o cansaço


descalças o cansaço
no silêncio inviolável
da nudez...

...e qual gata borralheira
procuras na medida,
na dimensão do sapato,
a guarida do teu pé...

======

foto de NEIVA SEHN
proíbida a sua reprodução.
autorização concedida ao autor do poema

======

1 comentário:

elvira carvalho disse...

Quando o poeta é bom nasce um poema do simples gesto de descalçar um sapato.
E não há dúvida que o amigo o é.
Um abraço