quinta-feira, 7 de agosto de 2008

pulguinha...



uma pulga

- invertida -

menina que eu não acho,

me deixa na confusão

de ser

fêmea ou macho...


...mas morde!

76 comentários:

flor de lótus disse...

Impressionante! Até onde vai a imaginação do poeta que melhor sintetisa em português. Parabéns! Um beijo no teu coração.

Maria disse...

Já me estou a coçar.... é bicho que detesto...

Um beijo

Maria P. disse...

Morde pois!
:)

Beijinhos*

Dois Rios disse...

Fascinante!

E o Manoel de Barros ainda diria: "poesia é voar fora da asa."

Beijos,

Shakti disse...

ai morde...morde...

bjs

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Maravilhoso!
Fiz postagem nova,apareça.Um grande abraço

Sol disse...

Se calhar as pulgas são como os anjos... =P

susana disse...

É a primeira vez que aqui venho e sai-me uma pulga! Uma pulga! Logo no dia a seguir a ter feito o funeral a uns amigos da pulga que consideraram a cabeça da minha filha um Hotel de 5 estrelas...
Eu mereço...
Pois quero dizer: que me parece que vou voltar a este Blog, particularmente porque o autor tem face e expressão! Ás vezes irrita-me falar para faces no abstrato...
Mas, vou demorar a voltar, porque vou de férias! Ou seja, quando voltar vou ter uma data de TPC's em atraso.

Nanda Assis. disse...

rsrs muito criativo, e intrigante.
legal saber que conhece minha cidade, ela é linda mé?
bjosss...

Caçadora de Emoções disse...

João,
E, não é que morde mesmo?
Desse bicho só quero distância...
Ao contrário da sua poesia. Quero estar sempre por aqui, bem perto.
Obrigada POETA.

Bom fim-de-semana.
Sorrisos muitos :)))

Adriana disse...

E como coça!

mdsol disse...

ohhhhhhhhhh
Tão lindinho! Gostei mesmo!
Parabéns!
:)

Thiago Ya'agob disse...

Boa tarde!

Pulga me lembra "desconfiança".

Pulga... Orelha. rs

Um abraço.

Desnuda disse...

Algumas vezes só assim...


Ótimo fim de semana!

Beijos

f@ disse...

pois morde e as minhas gatinhas não iam aguentar... salta a pulga de gata em gata ..."salta a pulga da balança e vai ter até França"....- conto de criança....
poema bonito demais... que me fez lembrar esta história...
beijinhos das nuvens

mariam disse...

rsrs
quem e onde está?!

de pulgas, só acho graça a algumas estórias, sobre as amestradas!

e achei fantástico este seu "olhar" sobre a "invertida" :)

bom fim-de-semana
um sorriso :)

Vitória Cardia disse...

OI
OBRIGADA PELA VISITA E ELOGIO
FIQUEI MUITO GRATA
VOLTE SEMPRE
UM OTIMO DOMINGO PRA TI

Maria Dias disse...

Estou com uma pulga atrás da orelha (quero dizer q estou com dúvida sobre o q o poeta quis dizer...rs...).

Bom fim de semana amigo!

Beijinhos

Ivania Artesanatos disse...

OI SEU BLOG E DIFERENTE.
MAS MUITO CRIATIVO.
VEM CONHECER OS MEUS.
IVANIARTESANATOS.BLOGSPOT.COM
E MONTAGEMIVANIA.BLOGSPOT.COM
TENHA UM BOM DOMINGO.
IVANIA
.•“♥“•.¸ .•“♥“•.¸ .•“♥“•.¸

Juani lopes disse...

buena pregunta, que pases un buen domingo
saluditos

dona tela disse...

O Verão tem destas coisas...

Justine disse...

Isto para morder, tanto faz ser macho como fêmea...
Gostei da ironia!

elvira carvalho disse...

É amigo nem precisa saber o sexo para sentir a mordida.
Bom Domingo
Um abraço

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

vim aaqui só para olvir a bela música desta vez, sem pulgas.Um grande abraço

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

vim aaqui só para olvir a bela música desta vez, sem pulgas.Um grande abraço

Gata Verde disse...

Morde e deixa as suas marcas bem vincadas...ai que comichão!!!

beijocas

Graça Pires disse...

Uma delícia, o poema.
Um abraço.

Bandys disse...

Simples, verdadeiro e bonitinho, kkk
Gostei.
beijos

JC disse...

Forma simples e curta de descrever a pulga.
É a primeira vez que visito o seu blog, Gostei imenso. Eu vou dando os primeiros passos.
Abraço

Crisfonseca disse...

Bela poesia, lírica , criança e sublime.
Esta musica faz me entrar em meus proprios sonhos. Parabéns
Tenho desenhos novos em meu blog, quando você puder apareça por lá.
Beijos,
Cris

Claudia Perotti disse...

e como morde!
Beijinhosssssssss

um Ar de disse...

Acho que nunca fui mordida por uma pulga. Por melgas, isso sim.
Cada vez menos e cada vez com mais dolorososos estragos...
Grata pela visita, deixo-lhe um beijo...
P.S.: Gostei muito so blog, no seu todo e nas suas partes.
:)

Clecia disse...

Caro João,em primeiro lugar quero dizer que é uma honra receber uma visita em meu humilde blog. Gostei do seu espaço aqui.Vejo que és uma pessoa culta e que ama as artes e pelo que vejo todas elas, né? Parabéns! Volte sempre!

Lu@ em Poesia disse...

Obrigada pelo carinho.
Beijossss

Caçadora de Emoções disse...

João,
Na falta de um novo "Post", deixo-lhe mais uma mensagem...
Tudo de bom!..

Boas férias ou bom trabalho, conforme o caso. Sempre com um grande sorriso :)

Sónia Pessoa disse...

eu nunca me lembraria de fazer um post sobre uma pulga!... coisas simples, que nem sempre nos ocorrem

beijinho

Lilás disse...

Caro João,
Adorei sua visita e vim retribui-la, achando aqui lindas poesias e um agradável espaço. Parabéns!
abraço carioca

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá joão e com uma pulga se faz poesia... Lindo!
Beijinhos,
Fernandinha

Sol da meia noite disse...

Acho que estas poucas palavras muito dizem... um sentir um tanto inquietante...

Abraço

Carecaloira disse...

Não gosto nada de pulgas!! E que coça, coça.

Será que nos programas de rádio que fez, nunca fez nenhum para emigrantes na América?

Um beijinho
Marina

Ana Diniz disse...

Divertido poeminha...

Curto porém significativo.
Bem sonoro.

=========================

Poeta amigo,

estou saindo de férias... Venha me ver no blog quando puder...

Beijos,

Ana

Beatriz disse...

Vim agradecer tua amável visita e conhecer o teu blog. Sem nenhuma dúvida trata-se de um espaço onde a cultura se faz presente na sua expressão mais atuante. Gostei de saber-te poeta, músico e pintor, e também um grande divulgador das artes. O mundo blogueiro precisa de 'artistas' assim, do teu nível, de pessoas interessadas em promover as artes, e de escritores com a tua verve. Admirável o teu poema 'sou o que sou', que nos mostra o teu eu poético de uma forma primorosa. Parabéns pelo conjunto da tua obra.

Deixo-te um afetuoso abraço e os agradecimentos por ter estado no meu 'cantinho'.

Carol Rosf disse...

Gostei do texto e do blog! Parece ser um verdadeiro jovem!
Parabéns, beijos ;*

Verónica disse...

Lol,João,uma pulga menina!o problema é a confusão de ser fêmea ou macho?De qualquer forma morde e como!
Muito bem artista de alma e de coração!

carla mar disse...

:)
Um beijinho... sem morder!

Boa Noite Cinderela disse...

Eita pulguinha danada.
Obrigada pela visita e comentário, volte sempre que puder.
Abraço*

José Filipe disse...

Caro amigo João.
Desde a algum tempo que venho acompanhando os seus trabalhos, pois temos amigos em comum; eu tenho estado um pouco afastado da pintura, por agora, só tenho feito fotografia, agradeço o seu comentário no meu blog, volte quando queira, é sempre bem-vindo, e é sempre um prazer renovado passar pelo seu blog, e ver, e ler a sua arte, continue com o bom trabalho.
Despeço-me com amizade.
Tudo de bom, com os meus cumprimentos, até breve.

José Filipe / 14-08-2008
www.arteesentimentos.blogspot.com

Isabel-F. disse...

Adorei.

Adoro poemas pequenos ... adoro trocadilhos de palavras ...

a capacidade de dizer muito com poucas palavras é uma arte. parabéns.


bjs

fgiucich disse...

Y, finalmente, "todas" muerden. Abrazos.

Lúcia disse...

Morde...desassossega...mas invertida... a ver...
Beijos

Carol disse...

Olá! =D
Vim agradecer o seu comentário no meu blog, e conhecer o seu cantinho!Gostei bastante!
Um beijo e uma ótima noite!

Ailime disse...

Original este seu poema e interessante! Como através de uma pulga se pode dizer tanto!!!
Lindo tb o poema anterior que comentei.
Um abraço.

mariam disse...

passei só para dizer um olá!

fique bem.

o meu "dolce fare niente" começa hoje ~~~~

um grande sorriso :)

Papoila disse...

Fantástico! E quando ela anda atrás da orelha?
Beijos

elisabete fialho disse...

É Sr. João,não interessa se é - femea ou macho -...tem toda a razão nas entrelinhas...dentes cravados na alma faz sempre doer
É...dessas pulgas todos conheçemos um pouco
Um abraço

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Caro João
Amei o poema! De uma imaginação ímpar, que só poderia vir de um grande poeta... e de grandes poetas Portugal está repleta.
E sim, depois das bolhas do Caminho, fui para a terra dos meus ancestrais, mas meus pés e corpo doíam, não pude aproveitar muito. Mas ano que vem pretendo ir outra vez,
abraço e bom fim de semana

Marta Vasil disse...

Os poetas são mesmo assim, do mais insignificante fazem um deslumbrante poema. Acho que olham de maneira diferente.
Quanto à pulga... é com prazer que me cruzo com ela, mas apenas neste fantástico poema.

Gostei muito, muito.

MV

Mary West disse...

Que o diga meu cachorro, se bem que hj ele cultiva alguns poucos carrapatos.

Conral disse...

No entiendo el portugués, así que no puedo dejar comentario en los poemas. Quería agradecerte tu visita a mi blog y tu comentario. Es muy importante para mí.
Saludos desde España.
Conchi

Rosa dos Ventos disse...

É preciso ter criatividade para "poetar" sobre um animal tão asqueroso! :-))

Abraço

paula simoes disse...

olá João

o seu blog é diferente do meu
o seu é cheio de poesia é bonito

desjo que passe um bom fim de semana

beijinhos do tamanho do Mundo

acqua disse...

Morde? Hummm...
Gosto da poesia porque as vezes percebo que somente através dela é que as palavras parecem realmente ter asas. Beijos meus e bom fim de semana...

Deusa Odoyá disse...

Oi meu estimado amigo.
Passei para lhe desejar um final de semana com muito amor e paz em su coração.
E aviso amigo, cuidado.

Muito bem bolado.
parabéns, só poderia vir de um poeta.

Te aguardo no meu cantinho.
com a sua pulguinha viuuuuuuuuu


Regina coeli.

Baby disse...

Venho agradecer a visita e dizer-te que gostei do teu espaço e de tudo o que li a teu respeito.
Realmente não sabemos se no "reino" da pulgas serão só as fêmeas a morder, duvido...
Mas a tua poesia não morde, mas marca, senão por fora, por dentro.Vou voltar, com tempo, para te ler e conhecer melhor.
Foi um prazer! Bjs.

Oris disse...

Realmente...a imaginação não tem limites...
:))

Gostei desta "pulguinha..."

Beijitos

Anja Rakas disse...

Adorei...
Lembro q tava na praia da ponta do ouro quando notei algo na perna..era uma pulga...eu vi hihihihi...
Obrigada pelo comentario..
Bjs....
p.s. gostei daqui..volto...com frequencia.

Olhos de mel disse...

Oie lindo! Adorei, viu? Macho, ou fêmea, morde. Isso é o que importa. rsrsrsrs
Bom fim de semana! Beijos

EternaApaixonada disse...

Olá João!
Obrigada pelas visitas. A primeira respondi no meu post, pois estava com dificuldades de acesso. Hoje consegui. Sua criatividade e bom humor mostram-se à altura do talento que revela!
Tenha um ótimo domingo!
Beijos da Helô

T.Mike disse...

Foi muito gratificante tomar conhecimento do seu blog.
Já lhe agradeci a sua visita, ao meu, em devido espaço.
É muito bom ter interlocutores com a sua estatura.
Voltarei assiduamente.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi João. Vim retribuir sua visita ao meu blog. Muito Obrigada. E, aí me deparo com a pulguinha... Sensacional!!! :-)

"Vá rápido quando puder.
Vá devagar quando for obrigado.
Mas, seja, lá o que for, continue.
O importante é não parar!!!"
(A.D.)



Citius, altius, fortius (Mais rápido, mais alto, mais forte) - lema olímpico

É muita emoção!!
Bom fim de semana.

Beijos mil! :-)

Linda disse...

Olá João
Venho retribuir a visita e... Pulgas (que cócegas)
Lembrei logo:

Salta pulga da balança
Dá um berro até á frança

Fez-me lembrar a minha infância
Bom fim de semana
Bj
Linda

Sonia Regly disse...

Olá,
Vim agradecer a visitinha lá no Compartilhando as Letras.Obrigada.Volte outras vezes.Beijinhos.

Salto-Alto disse...

Que morde morde! E eu sou uma das vítimas! :) Gostei!

Beijoca!

Paula disse...

Gostei do blog e já agora aproveito para agradecer o comentário que deixo no meu. Tenho outro, caso pretenda visitar aqui fica.
http://aslgrimasdeumapapoilanegra.blogspot.com/
Parabéns!
Paula

Paula Raposo disse...

Morde e de que maneira!! Chiça!! Animaizinhos que eu detesto...

Parapeito disse...

e Biba a imaginação :)

mas melgas...só as fêmeas mordem :)nas pulgas creio que mordem os machos...as fêmeas...e as invertidas :))