quinta-feira, 27 de novembro de 2008

dedicado a vosotos que con amistad y cariño vuelan hasta mí...



hace tiempo
que me trago el tiempo
en mis años...

que lo escucho en su sobresalto,
que lo vivo en su tempestad...

hace tiempo
que tiempo no tengo.

los años pasan,
la vida sigue
el tiempo se queda
esperando por mi.

44 comentários:

Vera disse...

Em espanhol... fica mágico João!

Beijinhos

Angela Ladeiro disse...

Los nostros irmanos quedaram contentos!... mui bueno! aproveito para dizer que irei á exposição. Um beijo

La Lola disse...

Gracias por la parte que me toca...
Bonita poesía del tiempo, pero tu tienes tiempo, todo el tiempo de mundo...porque lo que escribes será inmortal.
Un abrazo con mucho cariño amigo Joao

Paula Martins disse...

Pura e simplesmente espectacular, adorei.

Besos

mdsol disse...

Gostei muito. Mesmo. Gosto do seu modo de escrever. Económico, mas sensível e muito eficaz!
Parabéns!
:)

Juani lopes disse...

es todo un detalle
este poema ya no perdera el tiempo sino todo lo contrario formara parte de la historia de mi tiempo
saluditos

JOICE WORM disse...

Tu es mágico, hombre!!

Paula Raposo disse...

Muy bueno!! Besos.

Mar disse...

Volé hasta tu blog y encontré una sorpresa. Gracias por dedicarnos este maravilloso poema que sin duda perdurará en el tiempo de nuestros recuerdos.

Un abrazo.

Artista Maldito disse...

Olá Caro João

Subscrevo tudo quanto tudo se disse aqui, o Tempo teme os poetas e estes serão sempre jovens.

Um Abraço Natalício,
Isabel

Paula disse...

Olá bom dia,
O tempo...sim o tempo que passa..A correr, os anos e a vida que vai passando...
Gostei!!!
Beijocas e bom fim-de-semana
Paula

Caçadora de Emoções disse...

João,
Desta vez brindou-nos com uma surpresa... na língua de "nuestros hermanos". Gostei muito.
O tempo também é aquilo que fazemos com ele.
Bom fim-de-semana.

Abraço grande e um sorriso :)

Justine disse...

Que ritmo especial tem o teu poema, em castelhano! Cristalino e compacto, simultaneamente. Gostei muito:))
Bom fim de semana

Laura disse...

Não é o tempo que espera por ti; és tu que, ansioso, buscas a que ele se demore mais um pouco e possas ser sempre tu a esperar por ele... Mas o tempo passa por todos e cada um a seu tempo!... besito da laura..

Caperucita disse...

Es un placer y un honor disfrutar de tus bellos escritos.
Gracias por tus visitas y cariño.

PD

Nadie es viejo con un corazón como el tuyo, es el tiempo que pasa inexorable.

Peor para el que no les pase.

Un abrazo enorme para ti.

PreDatado disse...

En cada dia que pasa el tiempo se agota.

Não sei se escrevi bem :)

ANA DINIZ disse...

É tão bom refletir sobre o tempo em nosso íntimo. Aquele tempo q ninguém tem acesso, apenas nós mesmos.

Um poema nostálgico, repleto de sentimentos recordados e vividos em tempo presente.

Uma beleza, João!

Bjs.

Da amiga,

Ana


PS: Acabo de publicar "Isaac". Convido-o, e a todos.

ANA DINIZ disse...

Obrigada, meu querido!
Não mereço tanto, mas fico muito feliz de vc ter gostado! Muito feliz mesmo!

Beijos.

E um ótimo final de semana.

Sueli disse...

El tiempo ... O tempo. Nós o perdemos quando esperamos por ele. Você está certo. É ele quem deve nos esperar. Gosto muito de como você escreve. Tomei a liberdade de linká-lo em meu blog. Grande abraço!

Alatriste disse...

España y Portugal. Portugal y España. Dos países hermanos con raíces comunes. Cuidemos los lazos que nos unen y gracias por el homenaje, compañero. Un abrazo enorme.

Lopes Fialho disse...

Apesar de ter nascido em Lisboa e, por maioria de razão ser português, creia que fico sensibilizado quando ouço ou leio algo em espanhol, terra natal (Espanha) de meu avô materno, acrescendo ainda o que acabei de ler. Obrigado

Humana disse...

Lindo João!Sempre maravilhoso, em Português ou em Espanhol...
Agradeço o convite e se puder, e acredita que adoraria puder..irei concerteza!
Um beijo grande

Um Momento disse...

E no tempo em tempo li... com tempo ...sorri

Grata

(*)

Nunca é tarde para ser feliz! disse...

Oi João!!! Esteve sumido?? rsrsr... senti falta de suas postagens... Abraços e Bom domingo

Ana Rita disse...

Senti...
Contemplei...
E sorri... :)

A música de fundo aqui está espectacular!

Fique bem...

Beijos*

Juan Escribano Valero disse...

Hola Joào: Te agradezco mucho la agradable sorpresa que me has deparado.
Los versos muy inspirados si que los he entendido bien. Ayer domingo estuvo mi yerno en casa y leyó tu blog y me lo estuvo traduciendo, eres un gran escritor.
El proximo fin de semana mis hijos van a Lisboa, mi consuegro quiere que yo vaya también pero hace mucho frio a si que no iré, mi consuegro se llama Joáo Acosta Belem.
No te canso más. Un fuerte abrazo

Graça Pires disse...

Cracias, amigo.
"hace tiempo
que tiempo no tengo."
Um abraço.

fgiucich disse...

Los años pasan con la velocidad del rayo. Hermoso poema. Abrazos.

São disse...

A vida segue e nós também.
Boa semana.

Estrella Altair disse...

Muito obrigada por esta poesia e por pôr a bandeira de Espanha.

Obrigada por a teu cariño e afecto.

Por outro lado gosto muito do tempo, tê-lo desfrutá-lo e saber que ainda fica muito por fazer.

Um beijo muito forte

Adrielly Soares disse...

È bom levar a pátria no peito.
Um beijo

Sol da meia noite disse...

A vida segue, ao ritmo do tempo que passa... desse tempo que nos desafia a agarrá-lo... que nos diz que nunca é tarde para nada...

Abraço

Sininho disse...

O tempo esperando por si...
Que sonho!

Doce Beijo*

dona tela disse...

O que me diz a este tempinho? Só para pinguins...

Um abraço respeitoso.

maria claudete disse...

a tempestade e o tempo, assim é viver intensamente, pois a vida segue e o tempo está esperar por cada um de nós.
abraços, Claudete

mariam disse...

João,
que bom voltar aqui,
que bom ler outros pensares
ideias algo diferentes das nossas... falo do "tempo" a minha visão é algo diferente ...

http://mariasentidos.blogspot.com/2008/11/somos.html

boa semana
um abraço e um grande sorriso :)
mariam

xistosa - (josé torres) disse...

El reloj del tiempo sigue caminando.
Eso depende de ti, de cómo quieras que tu vida se coma tu tiempo!

Carol Rezende disse...

Seguir seu blog é um prazer ^^
E Feliz Natal pra você!

JC disse...

Os seus poemas são sempre belos e portadores de uma bonita mensagem e este não foge à regra.
Um abraço

SAM disse...

Lindo...Los años pasan e aqui estamos sorvendo estes anos . Ainda resta-nos muitos goles de vida. Salud !

Beijo, João.

Diana Correia disse...

Lindíssimo, João.
Já sabe que o admiro... e muito!

Por falar em poemas em espanhol, veja se gosta deste (se é que ainda não conhece) que ouvi há pouco tempo num filme espanhol, Mar adentro, e que adorei:

Mar adentro

Mar adentro, mar adentro,
y en la ingravidez del fondo
donde se cumplen los sueños,
se juntan dos voluntades
para cumplir un deseo.

Un beso enciende la vida
con un relámpago y un trueno,
y en una metamorfosis
mi cuerpo no es ya mi cuerpo;
es como penetrar al centro del universo:

El abrazo más pueril,
y el más puro de los besos,
hasta vernos reducidos
en un único deseo:

Tu mirada y mi mirada
como un eco repitiendo, sin palabras:
más adentro, más adentro,
hasta el más allá del todo
por la sangre y por los huesos.

Pero me despierto siempre
y siempre quiero estar muerto
para seguir con mi boca
enredada en tus cabellos.


Um grande beijinho e, se não o "vir" antes, um Óptimo Natal!

dona tela disse...

Desculpe, mas ando com pouca inspiração.

Bom dia para si.

Ailime disse...

Muito lindo este poema. "Hace tiempo que tiempo no tengo", mas o tempo tem-nos a nós.
Um beijo.

DID Doubles disse...

Dance India Dance is back with a bang on Zee TV and that too in a new avatar. The first three seasons which had individual participants and gave us new dancing talents is now called ‘DID Doubles’ which means that instead of individuals, there will be couples who will perform as a team.