segunda-feira, 10 de novembro de 2008

és



és por inteira,

na alma desbravada,

verso de amor primeiro,

prosa lida por dentro,

vida do meu dedilhar...

61 comentários:

Maria disse...

Em dezoito palavras um amor enorme...
... tão bonito...

Um abraço

AnaMar disse...

O ser, sendo...é. Amor.

Mello disse...

Um Hino à mulher e ao amor! Adorei meu amigo, como sempre...

Beijinhos, dos Açores,

Graça Mello

Justine disse...

Um cristal brilhante e puro, o teu poema!

Maria disse...

Olá João, agradeço a sua visita ao meu blog e pode visitar-me quando quiser. Adorei o seu blog. Bj e voltarei...

Caçadora de Emoções disse...

João,
Amei este seu curto Poema...
Como é que se consegue dizer tanto em tão breves palavras? Só mesmo quem tem alma de Poeta e a Poesia já faz parte da sua pele.

Beijos e muitos sorrisos :)))

paula simoes disse...

olá João

passei para ver as novidades e gostei
uma boa semana

beijinhos do tamanho do Mundo

Pelos caminhos da vida. disse...

Em poucas palavras narrou o amor!

Obrigado pela sua visita.

Boa noite.

beijooo.

mariam disse...

João,
D
E
L
I
C
I
O
S
O

poema.

boa semana
um grande abraço e um sorriso :)

mariam

Artista Maldito disse...

Olá caro João

Venho agradecer-lhe a sua visita, retribuir e perguntar-lhe se não se importa que "o linke". Assim fico a saber quando actualiza as suas publicações.

Um poema-mulher, um perfil iluminado, uma viagem...poema-
corpo-mulher em metamorfose, como os caminhos do amor.

Um abraço com amizade
Isabel
p.s.como não faço cerimónias vou linká-lo, definitivamente.

La Lola disse...

Es un poema exquisito, como siempre, felicidades por esas cosas tan bonitas que eres cápaz de transmitir.
Un abrazo

Juani lopes disse...

muy lindo y excueto
saluditos

Violeta disse...

que lind adeclaração de amor...

Perla disse...

Que versos repletos de amor...
sentimentos dedilhados em poesia!

Bjs

mdsol disse...

Ohhhhhhhhh
Tão lindo....

Gosto mesmo
:))

elvira carvalho disse...

Tão pequenino e simultâneamente tão grande.
Lindo.
Um abraço

Paula disse...

Bom dia,
Simplesmente lindo!!!
Beijocas,
Paula

Paula Raposo disse...

Em poucas palavras dizer muito. Gosto. Beijos.

Angela Ladeiro disse...

Lindo o poema e a música que o acompanha. Fiquei muito tempo para sentir...

Graça Pires disse...

Um poema. Uma declaração de amor. Um hino à cumplicidade.
Um abraço Amigo.

Sol da meia noite disse...

E assim se conjuga o verbo amar, em sua plenitude.

Abraço

BlueVelvet disse...

Difícil dizer tanto e tão belo em tão poucas palavras.
Beijinhos

Parisiense disse...

Eu diria " O amor é o sentimento mais forte que existe, quando por nós é sentido".

Beijinho e bom fim de semana

São disse...

eis como em poucas ( e expressivas ) palavras se diz tudo...
Bom fim de semana, meu caro.


As letritas sãp mesmo indispensáveis?,,,

Paula Martins disse...

És...Alguém que adoro ler e que "dedilha" por inteiro os sentimentos mais profundos.

Bem Hajas

Mai disse...

Poeta, e percorrí os teus caminhos-palavras.. Mágicas palavras.
Voltarei.

Nunca é tarde para ser feliz! disse...

Não há como negar que as palavras te pertencem!!! Faz uso delas com uma propriedade sem fim!!! Adorei!! Bjs

Desnuda disse...

Maravilhoso...


Beijo!

JOICE WORM disse...

ADORO pequenos poemas que dizem muito...

Humana disse...

"És"!
Apenas posso dizer que achei maravilhoso.
Beijos João.

Emanuel Azevedo disse...

Os meus parabéns e um forte abraço dos Açores.

Multiolhares disse...

o amor dedilhado em poucas palavras
bj

Lucia Lima disse...

João,boa noite!

Visito , com certa freqüência o teu blog e, a cada vez que vejo algo novo, encanto-me, deslumbro-me, apesar de não me surprender, visto que já conheço não tua alma (seria querer demais) mas teu estilo de escrever.

Fiquei enlevada com esse teu poema.

Começaste com um título monossilábico, em seguida, optaste pela linguagem não -verbal, embora dissilábica, representada pela dualidade rosto/busto (que perfil lindo!) metáfora do dar e receber.

Posteriormente, construiste versos de três palavras, para, quiçá eu tenha razão ou sensibilidade para alcançar, representar a grandeza, a beleza e a pequenez do ser em tela-anônimo, talvez, ou não!

E, para fechar com chave de ouro, optaste pela construção do verso com quatro palavras para, posivelmente, representar o verso/reverso/verso e a busca pelo cerne do ser descrito com tamanha maestria.

Ah! João, que beleza de texto em tão poucos versos e, paradoxalmente, tão profundo, tão significativo, tão revelador. Que esmero de sintaxe, que feliz escolha lexical e que semântica ímpar!

Não vou comentar o conteúdo das palavras,pois creio que já o contemplei, sem esquecer o paradoxo verso/prosa ou prosa/verso.

Parabéns por mais essa jóia rara na literatura e desejo que continues inspirado para nos presentear com esses poemas-pípula em forma de pérolas.

Parecem gotas de sensibilidade entrando, sob forma de orvalho, em nossa alma.

Parabéns!

Um abraço carinhoso de Lúcia Lima

Menina do Rio disse...

Completa!
Nem precisa dizer mais...

Um beijo pra ti João

Ailime disse...

Um poema /dedicatória em que "dedilha" maravilhosamente os sentimentos que se adivinham dirigidas à musa inspiradora.
Muito belo.
Um abraço.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido João, um hino á mulher e ao amor...Adorei!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Taís disse...

Oi João, está aí nesse poema a prova de que com poucas palavras se pode dizer muita coisa.
Gostei muito daqui.
Obrigada pela visita no Scene.
Bjos

Lúcia disse...

'prosa lida por dentro' - quando se deixa ler;)
Lindo!
Beijos

Claudinha disse...

Olá João,
obrigada pela visita ao beco dos felinos.
abraços
Cláudia

Claudia Goulart disse...

Olá João,

Obrigada pela visita e comentário em meu blog.

Lindas palavras.
bjs

EternaApaixonada disse...

*****

Boa tarde, João!

Vim lhe agradecer a visita e encontro mais um lindo poema, que dedicas à mulher amada!
Parabéns aos dois! Deve ser uma linda musa!

Ótima semana!

*****

carla granja disse...

Um curto poema com tão belas palavras de amor.
hoje deixo em meu blog um video feito por mim e gostava que o visse
uma optima semana.
bj,carla granja

PreDatado disse...

Ora cá está poesia daquela que eu gosto. Muito lindo. O seu blog vai já para os meus favoritos.

Baby disse...

E quem não gostaria de ser amada assim? Com tão pouco se diz o essencial e para tanto é necessário ARTE.
Abraço.

Vieira Calado disse...

Curto, simples, mas esbelto.
Gostei.

Um abraço

Secreta disse...

Ser ... mais do que tudo!

Marta Pinho disse...

Um poeta diverso, escreve e sente sem direcção...
Este é um poema que marca bem a diferença e o talento de alguém que dizendo tudo, diz pouco em mínguas palavras.
Você é um caso muito sério de talento,sentimento e força.
Um caso ímpar que devia ser do conhecimento público.
Parabéns pelo talento e pelo que de forma original nos oferece.
Um grande e sentido abraço

Gisele Freire disse...

João
Que lindo o poema!
Teu blog é bem interessante e diversificado, parabéns, virei sempre aqui dar uma vista d'olhos!
Já morei ai no teu maravilhoso país!
Um abraço e obrigada pela visita :)
Gisele

gaivota disse...

que lindo poema nesta foto que aqui nos deixas!
beijinhos

Sabrina Sanfelice disse...

João,

Suas palavras são deliciosas. Leves, doces, sutis... e ao mesmo tempo voluptuosas.

Tenho certeza que lêem o autor (assim como a gente).

Adorei a gentileza da visita em meu blog. Volte quando quiser. Eu, com certeza, virei mais vezes.

Um abraço

Hercília Fernandes disse...

João Videira,

sua poesia é bela em essência: sopro lírico eleva a alma alada.

Estou encantada com a expressão livre e sincera de suas linhas. Encontro aqui um celeiro de arte poética.

Bravo!

Obrigada pela visita ao HF diante do espelho. Linkei o seu blog no meu para melhor acompanhar as suas postagens.

Abraços de sua nova leitora,
Hercília Fernandes (RN-Brasil).

Quase Trinta disse...

és realmente um poeta, que em tão poucas palavras consegue ser tão intenso e sublime

Marlin disse...

Tienes un meme en mi blog (mispiesdescalzos), si gustas!

dona tela disse...

Desculpe a ausência, mas ando cá com um stress...

Amistosas saudações.

maa.rcela disse...

44 anos atrás voce escreveu um canção e cria esses versos ..
eu também, com certeza, voltarei aqui.

mundo azul disse...

...sim!
Tantas palavras sem resposta...
Um jeito estranho de dizer adeus.


Belos versos, poeta!

Angela Ladeiro disse...

Estava baralhada!!! não conseguia postar!!! Quero que saiba que gostei muito deste poema. Um beijinho Ah...eu tenho medo do medo!!!

Um Momento disse...

Belo sentir..
É bom saber amar...
(*)

Deusa Odoyá disse...

Olá meu amigo!
Como tudo nos leva ao amor.
Belo e sentido poema.
Parabéns, poeta!
uma semana abençoada por deus.
Fique na paz.
Sua amiga do lado de cá.

Regina coeli.

Zica Cabral disse...

Gostei . Gostei muito. Gostei imenso...................É lindo

Um abraço
Zica

ANA DINIZ disse...

Um poema de paixão.

Essa expressão me cativa.

Porque uma musa, uma mulher admirada, só precisa ser ela mesma, que já se basta.

bj