quinta-feira, 2 de abril de 2009

dardejando...



dardejo o infortúnio,

o jogo da sorte,

jogo palavras,

desesperos,

a hora da morte.

16 comentários:

Ana Martins disse...

Caro poeta,
profundo e melâncólico, mas muito bom!

Beijinhos.

Martinho da Silva disse...

Sempre presente a força das palavras.
A força das palavras de quem sabe jogar com elas, seja ou não, no mais infímo pormenor,como é o caso.
Aqui deixo os habituais parabéns e um abraço

Angela Ladeiro disse...

Muito cheio de sentido! Aproveito para desejar uma boa Páscoa.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Amigo pode ser de onde for
Mas se existir amizade
Sempre se lembrará de nós
Amigo pode estar do outro lado do oceano
Mas se o é de verdade
Sempre nos manda um abraço
Amigo pode estar em dificuldade
Mas sempre tem uma palavra amiga para nós
Amigo é aquele que te limpa a lágrima
Não o que faz com que ela caía
Sempre que precises de mim meu amigo ou amiga
Estarei por perto lembra-te
E eu terei junto de teu coração

Um abraço do amigo Eduardo Poisl

Rosette disse...

Oi!João
Confesso que a sua poesia me atrai.
Há um não sei quê de verdade.um ímpeto de realidade que corta o fácil da palavra.Reparo que vem fazendo escola,já que alguns autores de blogs que leio estão adoptando o seu estilo de escrita, bem como a forma de apresentação da poesia.Os meus parabéns,pela sua capacidade literária e pelo rastro que ela vem deixando.
Beijo

MENSAGENS AO VENTO disse...

_________________________________

...sim! A vida é mesmo um jogo... Ganha, aquele que consegue manter o foco, sem se distrair com os acontecimentos em sua volta...

Pequenino e muito intenso!


Beijos!

Zélia ( Mundo Azul)

__________________________________

Paula Raposo disse...

Sempre dardejando para seguir em frente...beijos.

Maria Aparecida Torneros disse...

O JOGO DO JOÃO

(este poema homenageia o poeta português João Videira Santos)

JOÃO JOGA O JOGO DA VIDA,
ATIRA O DARDO NO CORAÇÃO DA POESIA
ACERTA O ALVO, FURA NO MEIO DO NOSSO MEDO,
BEM NO MEIO DA GRANDE INTERROGAÇÃO...

JOÃO, ESSE JOGADOR DA PALAVRA INTENSA
GANHA O JOGO, QUANDO PERDE O RUMO...

O POETA APONTA O PONTO DE MUTAÇÃO
AQUELE LUGAR ONDE SE MUDA O TEMPO
PASSADO É FUTURO, PRESENTE É ETERNIDADE...

O POEMA, QUE O JOÃO JOGA, NOS VENCE,
PARA SEMPRE...

Maria Aparecida Torneros

Paula disse...

Boa tarde,
Poucas palavras e que tanto podem significar para quem lê..
Beijo,
Paula

xistosa - (josé torres) disse...

Posso fazer a minha interpretação?
É que há sempre fingidores e não fujo ao sentido ... (se bem entendi que dardejar será irradiar, quiçá cintilar intensamente).

irradio o infortúnio,
o jogo da sorte,
jogo de palavras,
desesperos,
a hora da morte.

Juani disse...

esa partida la jugamos todos
pero tu la endulzas con tus palabras
saluditos domingueros

mariab disse...

o jogo da vida que vamos jogando sempre.
beijos

mdsol disse...

:))))

elvira carvalho disse...

A hora da morte andou por aqui.Desculpe a ausência, mas este tem sido um tempo mt difícil em que quase não tenho andado pela Net. Meu pai faleceu no fim do mês de Março, e minha mãe, está a reagir mt mal a uma ausência forçada do companheiro de 63 anos.
Um abraço

Graça Pires disse...

Gostei do seu dardejar neste jogo da vida...
Um beijo.

dona tela disse...

Apesar das circunstâncias vigentes, auguro-lhe uma Boa Páscoa.

Até breve.