quarta-feira, 22 de setembro de 2010

amo no silêncio das palavras


amo no silêncio das palavras,
a quietude dos olhares perdidos,
os gestos paralisados na força inquieta.

amo…

…como se do momento para depois,
tudo não passasse da efeméride,
dum tempo que trago lembrado
e perdi no ruído dos murmúrios…

=====

frase/imagem da internet

13 comentários:

Fatima disse...

Deixo um convite:

O Atelier de Artes da SIMECQ tem um convite para os amigos

http://simecqcultura.blogspot.com/2010/09/exposicao-de-pintura-130-anos-simecq.html

Contamos com a presença de todos

Abraço

Rosette disse...

amo no silêncio das palavras,
a quietude dos olhares perdidos,
os gestos paralisados na força inquieta.

Muito bonito,parabéns.

Chica disse...

Linda tua inspiração,Muito bela poesia!abraços,lindo OUTONO pra ti ´por aí!chica

claudete disse...

O silêncio ...Sempre revelador e ao mesmo tempo acolhedor de emoções.Beijos

mundo azul disse...

___________________________________

Como consegue em tão poucas palavras, traduzir tanto sentimento?

LINDO, poeta!

Beijos de luz...

____________________________________

helen ps disse...

o sentido nos vãos... nas entrelinhas.
Bonito isso!

Abraços.

PAZ e LUZ

Tere disse...

amigo videira amei esse poema,lindo.bom final de semana,tere.

OUTONO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
OUTONO disse...

Um post cheio...há uma arte neste partilhar.
Por vezes passo e, não deixo comentário...hoje não resisti.

Um abraço!

Vanessa disse...

Realmente muito bom!

Beijos

Roberto M. Alves disse...

Gostei muito do seu blog e dos poemas. Parabéns.

Obrigado pela visita ao meu blog.

Um abraço

Desnuda disse...

Amigo João Videira,


amo tudo o que leio no seu blog. Obrigada.

Carinhoso beijo e ótima semana.

olhar disse...

João, antes de mais nada, seja sempre bem vindo lá em meu OLHAR...e este seu post aqui é lindo demais....o silêncio muitas vezes fala mais altoque nossas palavras...

um beijo!

Bia