sexta-feira, 5 de março de 2010

mulher



a propósito do dia internacional da mulher que se celebra a 8 de Março e lembrando Engels quando afirma que... “o homem é o burguês e a mulher o proletário…”, escrevi o poema que segue e foi editado na revista "o escriturário" do Porto, em Março de 1978


mulher de rosto dorido…

tu que és a primeira que se levanta
e a ultima que adormece;

tu que és a bandeira da vontade
e a mágoa que permanece;

tu que és o segredo da semente, fruto, raiz
e da liberdade que se alcança;

perdoa as dores da ingratidão
- de que és vítima –
em cada lugar, mundo, país


================================

com dedicatória às mulheres da minha familia que lutaram e venceram as contrariedades da vida, a todas aquelas que souberam elevar a voz,
romper conceitos e conquistar a legitimidade dos seus direitos,
da sua liberdade.

================================

a canção "woman" de John Lennon, que tocou em fundo, aquando da edição deste post, é uma das preferidas de minha Mãe - por isso, com dedicatória, "ilustrou-o" musicalmente.

================================

o trabalho que encima este post é de minha autoria.
trata-se dum desenho a carvão de 1968 com as dimensões
de 26 x 35 cm

================================

24 comentários:

Paula Raposo disse...

Muito bonitos o poema e o desenho!
Beijos.

Rosette disse...

A sua visão da vida vai ao extremo da sensibilidade.É lindo o seu desenho a carvão.Que dizer do poema?Sempre magnificos os seus poemas.Este toca a sensibilidade da mulher.Muitos parabéns!Obrigado pelo carinho da lembrança à mulher.Beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Caro amigo, belo desenho e poema dedicado ás mulheres...Espectacular....
Um abraço

Maria disse...

Este poema é belíssimo. Comoveste-me...

Um abraço.

Dora Regina disse...

Perfeita sintonia entre poema e imagem.
Parabéns por tão belo trabalho!
Um ótimo fim de semana!

Sonhadora disse...

Meu amigo
Lindo o poema e o desenho.

tu que és a bandeira da vontade
e a mágoa que permanece;

Adorei, linda homenagem às mulheres.

Beijinhos
Sonhadora

Maria das Graças disse...

Choro ao ler tamanha sensibilidade...Nem sei que dizer...Parabéns,é o que me ocorre.

Silenciosamente ouvindo... disse...

É-me grato reconhecer em si um homem que admira e respeita a
mulher. O seu poema e o desenho
são a prova disso. Muitos parabéns.
Um abraço

Alda disse...

João, que bem define a mulher neste seu lindo poema!
O desenho também está muito bem, e completa esta linda homenagens às mulheres!
Bjs

Matinho da Silva disse...

Carissimo João,como sempre na crista da onda.Você é um SENHOR poeta.É um prazer vir ao seu blog e ler o que tem de presente para nós.Um grande abraço

Manuela Freitas disse...

João,
Gostei muito do seu poema, se todos pensassem assim!...Infelizmente ainda há muitas mulheres que sofrem de violência domèstica, de marginalização no trabalho...
Parabéns pelo blogue e por ser como é!...
Bjs,
Manuela

Dani disse...

ahh
muito obrigada!

;)

bjss

Dani disse...

a arte ficou show!

;)

claudete disse...

Nós mulheres só temos que agradecer a Homens como você que têm sobre nós este "Novo Olhar".Belo poema e linda ilustração. Obrigada.

p.s. votei no seu Blog .Sou fiel ao que gosto.

La Lola disse...

Un bonito detalle,un bonito poema, gracias por dedicárnoslo a las mujeres...
Un abrazo

Marilda Confortin disse...

Caro João.
Estive navegando em seu Blog e admirando sua arte. Belíssimo!
Me tornei sua fã.
Um grande abraço

Angela Ladeiro disse...

Como em tudo, há excepções... sou eu! No tempo em que comandava mais de 100 homens, alguns de pouca instrução, não me dei conta de tantas diferenças!... Afinal, o dia da libertação da mulher, já foi há muito tempo! Claro que não desconheço o facto, de se terem perdido algumas conquistas. Trabalho feito nos meus tempos, dos setentas... Mas os versos são bonitos, ainda não lho tinha dito. Já agora, um convite para dia oito. Faço 46 anos de casamento e dou chá, na minha casa virtual...um abraço

Vanessa disse...

E ser mulher é entender as fases da Lua por ter suas próprias Fases!

Adorei o poema, muito bom mesmo!
E obrigada por nos prestigiar com essas palavras!

Beijos

Sandra Fayad disse...

Sensacional! Seu poema à mulher e seus blogs são deveras riquíssimos, como rico é o meu cerrado, como rica é a certeza da existência de sentimentos nas plantas e nos animais. Parabéns!

Laura disse...

Lindo, lindo, o desenho, a prosa o poema, porque só quem nos dá valor nos entende..
se quiseres rir umc adinho só tens de ir ao resteas, porque me deu na gana escrever sobre o que nunca escrevi, é que as mulheres merecem rir e pecar..Um abraço da laura

Ana Margarida de Souza disse...

Você é um poeta com maiúsculas,um homem de rara sensibilidade.Presto a si a mais sentida homenagem e gratidão pelas suas palavras.Um grande e sentido abraço duma mulher,mãe e avó.

FatinhaMussato disse...

Linda homenagem a todas as mulheres e em especial às suas mulheres (mãe, e demais de sua família).
Obrigada pela generosa partilha!
Beijos n'alma!
Fatinha.

Dois Rios disse...

Oi, João!

Sinto-me honrada em fazer parte dessa bela e sensível homenagem que fizeste não sóa às mulheres da tua família, como a todas.

O desenho é belo. Nada tão propício para do Dia Internacioinal da Mulher.

Parabéns!

Beijos,
Inês

Lola Mariné disse...

Hola, Joao,
gracias por ese homenaje a las mujeres y por tu visita a mi tejado.
Un saludo.